quinta-feira, 25 de agosto de 2011

O Homem dos Planos de Vôo de SBAQ....





























Depois tem neguinho que reclama do DAESP. O DAESP cobra e não cobra pouco, mas tem eximinios funcionários que vestem a camisa. Experimente um pouso e um pernoite em algum aeródromo administrado por ele. Sairá triste, vai doer um pouquinho no bolso, mas tudo tem uma compensação. Além de serem fieis servidores a maioria dos funcionários em compensação vestem a camisa e fato curioso é que no aeroporto de Araraquara-SP/SBAQ, tem um funcionário lendário chamado NATAL por ter nascido no Natal de algum velho ano passado, que depois de aposentado ainda presta serviços para o DAESP.
O cara é fera e pau para toda obra. Serviçal de sol a sol, roça a grama com um velho e obsoleto trator CBT, tão velho como ele. Dirige uma velha ambulância. Defende o time de futebol fundado por ele a dezenas de anos, batizado de AEROPORTO e vive com o dedão do pé inchado pelas peladas arranca toco do campo improvisado na área aeroportuária. Gosta duma cervejinha no fim de semana quando dá suado correndo 110 jardas, mas durante o expediente ninguém segura o Natal. Ele segura a mangueira do caminhão de abastecimento, seja lá AVGAS ou QAV/JET com uma maestria e rigidez sensacional. Troca as luzes e acende o balizamento noturno. Mora em baixo do Radio Farol, NDB-205 MHZ e aciona o gerador quando por falta de eletricidade sai do ar. NUnca deixa ninguém na mão. É ainda amigo do ALFREDO, outro ícone cheio de história e aventuras que já se aposentou, perdeu um dedo e saiu do aeroporto. Amava o cara não sei por quê. Acho que é por que o Alfredão emprestava para ele um velho Chevy Opalão 08 cilindros para ir ao Forrô nos fins de semana dançar com as minas e tomar um gorrô. Outro amigo dele é o Oreudo. E a maior das suas façanhas, que eu ia me esquecendo, que descobri ainda hoje é que o Natal sabe mechê no computador e passar Plano de Vôo, seja para a Academia, Sampa ou Brasília ou qualquer lugar do mundo. O bicho é fuçado, conhece meteorologia só de oiá para o céu e regulamento de trafego aéreo nem si fala. Ô sujeitinho simples, mas safado. Devia ser o Administrador de SBAQ, pois conhece cada palmo de terra daquele campo, onde já apanhou muita guariroba e macuco sem ser formado PHD em faculdade alguma. A escola dele foi a vida e a vida ensinou a matemática do tempo, onde não se brinca enquanto as horas avançam. As cinco da matina o Natal e seu amigo Gauchinho tá lá fazendo um gostoso cafézinho, para servir os demais amigos servidores do Aeroporto Estadual Bartholomeu de Gusmão. Quem não conhece o Natal está perdendo a chance de conhecer uma pessoa alegre, extrovertida, brincalhona, mas cheio de responsabilidade que nem Deus imagina. Quem faz meus Planos de Vôo é ele e confesso que sempre deu certo. Só podia dar certo, pois o professor dele foi o Ribertão, outro ícone de SBAQ que veio de Barretos-SP dar um passeio na city e acabou ficando por aqui.
Se alguém quiser deixar o Ribertão feliz, convide-o para um vôo em algum TWIN COMANCHE, de preferência no PT-CHT. Ele vai adorar...... Tentei levar ele para voar no PT-CVP, mas ele caiu fora....O Riberto tem histórias para contar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário